Quem Somos » Associação Cultural Dynamite

Quem Somos

C U R R Í C U L O    C U L T U R A L

header.jpg A Associação Cultural Dynamite é uma entidade cultural sem fins lucrativos, qualificada como OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – processo MJ nº 08071.006263/2008-66) pelo Governo Federal e declarada como de utilidade pública municipal (decreto 50665/2009) e cadastrada no Estado de São Paulo através do CRCE.

É filiada à ABEMUSICA (Associação Brasileira da Música, que reúne fabricantes, importadores e lojistas de instrumentos musicais), a ABRAFIN (Associação Brasileira de Festivais Independentes) e a ABRASCIP – Associação Brasileira das Sociedades Civil de Interesse Público. Em 2009, foi agraciada com duas premiações do Ministério da Cultura: Prêmio Pontos de Mídia Livre (Secretaria de Cidadania Cultural – SCC – e Secretaria de Articulação Institucional- SAI) e Concurso Público Prêmio Cultural LGBT 2009 (Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural). Em 2010, recebeu o recebeu o Selo Prêmio Cultura Viva, uma chancela de reconhecimento desenvolvida para dar visibilidade às iniciativas culturais que se destacaram no ano. No triênio 2010/2012 foi reconhecida como Ponto de Cultura pela Secretaria Estadual da Cultura e Ministério da Cultura.

A Dynamite é hoje reconhecida como principal apoiadora de artistas independentes por todo o Brasil. Entre suas primeiras atividades, antes ainda de se estabelecer oficialmente como uma ONG, estão a edição da Revista Dynamite que já existe há 20 anos (www.dynamite.com.br/revista) e do portal de notícias culturais Dynamite Online (www.dynamite.com.br), desde 2002, que chegou a atingir 3.000.000 de page views. Entre os artistas de vários estilos apoiados através da viabilização de diversos eventos culturais estão Som de Reggae, Zé do Caixão, Grupurubu, Comando Criminal, Anderson Q. Quarteto, Anelis Assumpção, B3 Organ Trio, Cordas Todas, Cláudia Wonder, Nelson Triunfo, Made in Brazil, Patrulha do Espaço, Daniel Belleza & Os Corações em Fúria, Núcleo, Fabiano Castro, entre vários outros.

A Dynamite também publicou entre os anos de 92 e 97 um dos principais e pioneiros veículos voltado para músicos (iniciantes e profissionais) – a revista On&Off – que teve mais de 20 edições, sob comando de André “Pomba” Cagni. Com muita ênfase na parte de aprendizado musical através das clínicas e worskshops, a revista On&Off retornou em 2009, em versão virtual através do site http://www.onoff.art.br.

Visando arrecadar verbas para a sustentabilidade de suas atividades inclusivas, a Associação Cultural Dynamite já realizou eventos e prestação de serviços culturais para grandes empresas como Pepsico do Brasil (Toddy), Claro (BCP/Telet), TV Globo, Gazeta Mercantil, Editora JB; gravadoras como ST2 Music, Emi Music, Performance Be Records e Deck Disc; entidades como o SESC/SP, SESI/SP, Museu da Imagem e do Som, APAA (Associação Paulista dos Amigos da Arte), CPT (Cooperativa Paulista de Teatro), Associação dos Lojistas do Shopping ABC, Instituto Cultural Galeria do Rock e Faculdade Belas Artes; além de ter realizado eventos para a Prefeitura Municipal de São Paulo (Centro Cultural da Juventude, Secretaria Municipal de Cultura e Coordenadoria de Assuntos da Diversidade Sexual da Secretaria de Participação e Parceria), para a Secretaria de Estado da Cultura e para a Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer do Governo do Estado de São Paulo, e também para a Prefeituras Municipais de Caraguatatuba, Taboão da Serra e Guarulhos. Isso demonstra a capacidade da Dynamite em agregar outros atores sociais, organizações não governamentais e parceiros públicos ou privados.

Desde 2009, a Dynamite se mudou para uma nova sede de 450 m2 e mantém no bairro do Bixiga (Bela Vista) na região central de São Paulo, o CMIJ – Centro de Música e Inclusão para Jovens, que busca inserir e dar oportunidade a jovens para através de atividades culturais e esportivas gratuitas buscarem novas oportunidades tanto de emprego e renda como de inclusão social. Entre os anos de 2009 e 2013, já formou mais de 2.000 pessoas entre os cursos de violão, guitarra, baixo, bateria, percussão, teclado, DJ, teatro infantil e adulto, canto e música por computador.

Além disso, a Dynamite possui vários projetos aprovados na Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) e ProAc ICMS/SP, sendo que três deles já obtiveram captação e tiveram suas prestações de contas entregues e aprovadas: Arquivo do Rock Brasileiro (patrocinado pela Petrobras, aprovado em edital público) que visa resgatar as origens do estilo no Brasil, recuperando e digitalizando fonogramas raros e disponibilizando-o no site www.arquivodorock.com.br, e divulgando por 7 exposições em todas as regiões do Brasil; Cena Musical Independente Brasileira (patrocinado pela Toddy), o maior mapeamento que se tem notícia da produção musical independente em nosso país, disponibilizados no site www.premiodynamite.com.br e da implantação do próprio CMIJ (patrocinado pela Mágico/Pepsico), o que pode ser comprovado pelo site www.cmij.org.br.

Isso demonstra a capacitação da Dynamite em atuar com o poder público em projetos que demandam os rigores inerentes às legislações vigentes, sejam eles de incentivo fiscal ou investimento direto, como os convênios realizados e com as contas devidamente aprovadas, referentes ao edital dos eventos de comemoração ao aniversário da cidade de São Paulo em 2008 e 2009 ou mesmo nos agraciados através do Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, entre 2006 e 2013.

Últimos eventos de destaque realizados pela Associação Cultural Dynamite:

  • Oficinas Gratuitas de DJ 2015 – Fev/Mar, Mai/Jun e Out/Dez;

  • Mix Music – Centro Cultural São Paulo – Nov/2015;

  • Mix Music – Centro Cultural São Paulo – Nov/2014;

  • Oficinas Gratuitas de DJ 2014 – Mar/Abr, Jun/Jul e Out/Nov;

  • Prêmio Dynamite – Beco 203 – Set/2014

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>